TRANSPARÊNCIA

Para mobilizar, sempre partimos da ideia de respeitamos e valorizarmos cada pessoa e seu conhecimento. Defendemos o diálogo e a democracia em todas as situações pois TODOS tem muito à ensinar, uns aos outros. Por isso, atuamos de forma não leviana ou abstrata: cada pessoa é ÚNICA e tem seu direito de se expressar. Por isso, convidamos à todos que desejarem ter seus textos ou ideias publicadas em nosso BLOG, participem!

 

É dessa união que construiremos, sem dúvida alguma, uma sociedade melhor e mais HUMANA.

2010 ~ 2018 © ClaudioDiMauro.com.br   TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 

desenvolvido por

CONTRA LGBTFOBIA, LINIKER CANTA CHICO BUARQUE

da Redação

Domingo, 5 de Março de 2017

"O Brasil é o país que mais mata travestis, transexuais, homossexuais e bissexuais no mundo. Isso tem que acabar. Basta. Só assim podemos nos redimir", afirmou a cantora durante apresentação.

   Com uma versão alternativa da canção Geni e o Zepelim, de Chico Buarque, Liniker se apresentou na noite de Quinta (2) no programa Amor e Sexo da Rede Globo. Após cantar o primeiro verso da música, a banda começa o refrão: "Joga pedra na Geni!", e a cantora interrompe a banda. "Não joga!", impõem a artista que, após um segundos de silêncio, complementa. "O Brasil é o país que mais mata travestis, transexuais, homossexuais e bissexuais no mundo. Isso tem que acabar. Basta. Só assim podemos nos redimir." Após o protesto, Liniker encerra cantando "Bendita Geni!", diferente da canção original, que traz na letra "Maldita Geni".

   Nas redes sociais do artista, diversas pessoas se disseram emocionadas com a música. "Esse é aquele tipo de coisa que eu posso assistir 50 mil vezes e as 50 mil eu vou me emocionar. Muito obrigado, Liniker", escreveu um dos internauta. "Que apresentação! Que fala... Eu fiquei toda arrepiada! NÃO JOGA!", acrescentou outra.

   "Foi uma aula de amor, uma aula de representatividade, uma aula de inclusão... Foi lindo de ver! Ainda temos um longo e árduo caminho para percorrer, mas é sensacional fazer parte desse momento de revolução e transformação de uma sociedade! Ver as mulheres tomando o seu lugar de direito, vendo os gays,trans, cis, bis, pans deixando claro que eu papel na sociedade e impondo e exigindo o devido respeito.... Ainda não chegamos lá, mas estamos no caminho", disse um dos seguidores da cantora.

Leia também

   Curiosamente, no sábado (4) - exatos dois dias após a divulgação desse video - uma transsexual foi espancada, torturada e assassinada nas ruas de Fortaleza (CE) e o video de seu linchamento foi amplamente divulgado nas redes sociais. No início desse ano, o vendedor ambulante Brasil foi assassinado em uma estação de metrô na cidade de São Paulo após tentar defender uma transsexual de seu linchamento.

   O Brasil precisa mudar!

Agora queremos saber de VOCÊ: Qual a SUA OPINIÃO sobre essa matéria? Escreva. Opine. PARTICIPE!
E com a SUA ajuda que podemos deixar esse nosso sitio cada vez mais agradável aos nossos leitores