TRANSPARÊNCIA

Para mobilizar, sempre partimos da ideia de respeitamos e valorizarmos cada pessoa e seu conhecimento. Defendemos o diálogo e a democracia em todas as situações pois TODOS tem muito à ensinar, uns aos outros. Por isso, atuamos de forma não leviana ou abstrata: cada pessoa é ÚNICA e tem seu direito de se expressar. Por isso, convidamos à todos que desejarem ter seus textos ou ideias publicadas em nosso BLOG, participem!

 

É dessa união que construiremos, sem dúvida alguma, uma sociedade melhor e mais HUMANA.

2010 ~ 2018 © ClaudioDiMauro.com.br   TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 

desenvolvido por

OS BENEFÍCIOS DA ARBORIZAÇÃO DAS CIDADES

da Redação

Sexta-feira, 5 de Junho de 2015

Sem matérias relacionadas

Além de embelezar as cidades, a arborização pode reduzir em até 4º C a temperatura e em 10% o teor de poeira. Outra colaboração das árvores: obstruir a propagação do som, resultando em menos ruído.

Cláudio di Mauro

 

   A arborização exerce papel de vital importância para a qualidade de vida nos centros urbanos. Por suas múltiplas funções, a árvore urbana atua diretamente sobre o clima, a qualidade do ar, o nível de ruídos e sobre a paisagem, além de constituir refúgio indispensável à fauna remanescente nas cidades.

 

   Segundo alguns estudos, através da redução da incidência direta da energia solar e do aumento da umidade relativa do ar, a arborização pode contribuir para a redução de até 4º C de temperatura, contribuindo decisivamente para a atenuação das chamadas ilhas de calor, áreas de ocorrência das temperaturas mais elevadas durante o dia, especialmente nas zonas de maior poluição do ar.

 

    Ainda com respeito à poluição, pode-se dizer que a retenção de poluentes, o consumo do gás carbônico e a produção de oxigênio contribuem para a melhoria da qualidade do ar. Além disto, as cortinas vegetais são capazes de diminuir em cerca de 10% o teor de poeira e obstruir a propagação do som, resultando na redução do nível de ruído.

   Algumas funções da arborização, embora igualmente importantes, são menos divulgadas. O conjunto de árvores da cidade tem também a função de conservar geneticamente a flora nativa.

 

PRESERVAÇÃO

 

   A relação entre as árvores e a população muitas vezes tem sido marcada pela ocorrência de conflitos provocados por falhas passadas no planejamento de plantios e da urbanização. Como exemplos mais típicos podem ser citadas as constantes reclamações quanto a danos em calçadas provocados por raízes ou incompatibilidades surgidas entre galhos e as redes de transmissão.

 

   O resultado das disputas usualmente tem sido desfavorável às árvores, resultando em podas danosas e retiradas desnecessárias. A fim de compatibilizar o desenvolvimento urbano com a melhoria da qualidade do meio ambiente, é necessário um plantio previamente planejado, com ênfase para a utilização da árvore certa para o local correto, ou seja, a utilização de espécies adequadas ao ambiente construído, lançando mão de técnicas apropriadas que propiciem o desenvolvimento da árvore.

Agora queremos saber de VOCÊ: Qual a SUA OPINIÃO sobre essa matéria? Escreva. Opine. PARTICIPE!
E com a SUA ajuda que podemos deixar esse nosso sitio cada vez mais agradável aos nossos leitores